Conexão Europa

Moçada, esse será o nosso link a partir de 1º de julho, onde estarei postando fotos, videos, textos e alguns poemas de uma viagem pelo continente europeu que deve durar cerca de 30 dias.

Na bagagem um “poquito” de dinheiro a bombacha e o violão…

A meu lado, dois grandes amigos: o poeta Rafael Ovídio e seu irmão mais escuro Gabriel da Costa Gomes, a quem chamarei, daqui pra frente, respectivamente de Cabo Déco e Neguinho Gabriel.

Nosso embarque está previsto para 2 de julho, saida de POA, escala no Rio de Janeiro com 5 horas de folga (de repente vai dá pra pedi a benção pro Cristo Redentor) e daí para Lisboa, onde nosso amigo, músico de Santa Maria-RS, Marcelinho Freittas, estará nos esperando no aeroporto. Marcelinho, junto com o Vini e o Montanha já estão na terceira temporada vivendo em Portugal e tocando a boa musica brasileira em festivais e casas noturnas “de allá”.

Há em mim uma euforia em conversar com pessoas que já foram a europa, saber por onde andaram e o que acharam, mas realmente as opiniões são muito diferentes, cada um tem uma impressão de determinada cidade ou região, a comida, os eventos, tudo é muito particular. Então a idéia é ir lá e tirar a febre, conhecer lugares e pessoas, fazer muita música e contatos para que seja a primeira de muitas idas.

Peço a vocês que divulguem esse link http://www.pirisca.wordpress.com para os amigos e demais parentes que tiverem interesse em acompanhar essa jornada que, apesar de ser o sonho de todo artista, é apenas “mais uma viagenzita”, já que pra quem sai de Uruguaiana tudo é longe.

Deixem comentarios e possiveis contatos de algum conhecido que esteja entre Lisboa e Paris. De repente alguém pode me conseguir um poso, ou pelo menos uma cevadura de erva por lá.

São as primeiras postagens desse blog, uma fase de testes. Abaixo está a composição que apresentamos em Lages-SC e nos rendeu o segundo lugar do festival e ainda o Melhor Intérprete (com 7 votos, azzzá…), deve ser o ultimo festival antes da viagem e nada melhor que um tema beeeem gaúcho.

Gracias pela torcida e vamo proseando.

Fui.
Grecco

Chora gaita véia !

É sempre uma alegria subir ao palco. Alegria maior é estar ao lado do meu conterrâneo Mauro Moraes, “esbofeteando” uma 8 baixos e cantando a nossa Uruguaiana.

Não…nós não ganhamos o festival…reforçamos nosso laço de parceria e amizade nessa estrada que não cansamos de percorrer e que cada vez nos dá mais certeza de que estamos no caminho.

Muchas gracias meu irmão, pela oportunidade e principalmente pela confiança depositada nesse seu peão.

Valeu Fabianinho, Dé, Juliano, Madruga e Maré. Valeu Santa Catarina.

Photobucket

“Chora Gaita Véia!” (Mauro Moraes)
segundo lugar e melhor intérprete da 17ª Sapecada da Canção Nativa, Lages/SC
Assista o vídeo e deixe seu comentário.